Agência Mundial Anti-Doping sai em defesa de Nadal e garante que infiltrações não são ilegais

Por Pedro Gonçalo Pinto - Junho 9, 2022

Depois de revelar que recebeu injeções no pé esquerdo para conseguir jogar sem dores em Roland Garros, Rafael Nadal foi alvo de fortes críticas, especialmente por vários ciclistas franceses, que se insurgiram contra esse facto, garantindo que se tivessem sido eles… já estariam banidos. Ora, a Agência Muntial Anti-Doping (WADA) veio a público defender o tenista espanhol.

“As injeções de Nadal para combater a dor no pé não estão na lista de produtos proibidos, pois estima-se que não melhorem o desempenho desportivo e que não sejam prejudiciais”, afirmou Olivier Niggi à estação RTS.

No entanto, Niggli não fecha os olhos ao que Nadal fez, explicando que se deve refletir sobre o tema. “Há que pensar se é aceitável que um atleta de elite tenha que se submeter a injeções antes de uma partida”, destacou.

Por outro lado, a Sociedade Espanhola de Medicina Desportivo emitiu um comunicado no qual afirma que as infiltrações são legais também no ciclismo e assegurou que “as infiltrações anestésicas são procedimentos terapêuticos de ampla e antiga utilização, tanto no campo do desporto como em muitos outros”.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//bolamarela.pt/ciclistas-insurgem-se-contra-injecoes-de-nadal-se-fosse-no-ciclismo-ja-teria-sido-banido/

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.