Araújo estava a jogar um torneio em piso rápido… ontem: «A minha mãe teve de trazer-me calçado de terra batida»

Por José Morgado - Abril 23, 2022
araujo-decs

Pedro Araújo, de 20 anos, viveu algumas das horas mais entusiasmantes da sua vida desde que acordou na sexta-feira com a esperança de receber um dos dois wild cards para o quadro de qualificação do Millennium Estoril Open. O lisboeta, que tem vencido muitos encontros nos torneios de primeiro escalão (ITF) do circuito profissional, descobriu que entrava no maior torneio português às 18 horas, minutos antes do sorteio e pouco depois de jogar o seu primeiro encontro no Masters da Federação Portuguesa de Ténis, nos courts cobertos do Jamor, e garante que conseguiu gerir as emoções da melhor maneira possível.

“Estava a jogar um torneio em indoor piso rápido, mas acho que me consegui adaptar bem à terra batida. Desde terça-feira que não treinava em terra batida. Ontem de manhã comecei a ficar com algumas expectativas e quando soube lidei bastante bem com isso. Estive tranquilo e consegui jogar bastante bem. Aqueci só meia-hora aqui de manhã, tudo normal. Ontem à noite jantei no hotel do Masters e ainda tive de pedir à minha mãe para me trazer calçado de terra batida”, contou Araújo, de sorriso no rosto depois do encontro.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//bolamarela.pt/pedro-araujo-vence-na-estreia-no-atp-tour-e-avanca-no-qualifying-do-millennium-estoril-open/

Araújo assume que se sentiu confortável a defrontar um jogador que ocupa o 111.º posto ATP. “Sabia que todos os jogadores aqui eram fortes, mas já o conhecia dos Challengers e sabia que ia ser difícil, mas teria as minhas hipóteses se jogasse bem. Estava-me a sentir bem, confiante e consegui jogar bem. A expectativa é dar o meu melhor no domingo, não sou favorito mas terei as minhas hipóteses.”

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.