Barty perde um único jogo no arranque, Keys atira Kenin para fora… do top 90!

Por Bola Amarela - Janeiro 17, 2022

Não se esperava que Ashleigh Barty tivesse grandes problemas no arranque do Australian Open, mas a número um do mundo levou a questão para outro patamar e mostrou-se absolutamente arrasadora diante da qualifier Lesia Tsurenko. A defrontar a número 119 do ranking WTA, Barty gastou 56 minutos em court e nem sequer teve de colocar uma mudança muito alta para passear.

Ash triunfou com os parciais 6-0 e 6-1, sendo que chegou a ter dois match points para entrar de bicicleta nesta edição do Australian Open. Ainda assim, resolveu a questão pouco depois para iniciar a caminhada que espera ser até ao fim em Melbourne Park, tendo agora encontro marcado com mais uma qualifier. Segue-se a italiana Lucia Bronzetti (142.ª), que bateu Varvara Gracheva, por 3-6, 6-2 e 6-3.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//twitter.com/AustralianOpen/status/1482999788358541313

Já num dos duelos mais aguardados da primeira ronda, Madison Keys mostrou que está mesmo apostada em voltar à melhor forma. Fresca do título em Adelaide, a antiga semi-finalista em Melbourne Park superou a compatriota Sofia Kenin (13.ª), campeã em 2020, com os duros parciais 7-6(2) e 7-5. O encontro foi decidido em pequenos detalhes, mas isso é o suficiente para Kenin ser penalizada com um gigante trambolhão no ranking: como caem os 2000 pontos do título de há dois anos, a norte-americana vai surgir fora… do top 90.

Quanto a Madison Keys, a 51.ª colocada da hierarquia mundial feminina procura tornar-se numa verdadeira ameaça nesta edição do Happy Slam, ficando agora à espera da vencedora do duelo entre Jaqueline Cristian Greet Minnen.

Bola Amarela