De Minaur após bater Djokovic: «Nunca vou ser o mais poderoso, mas posso surpreender muita gente»

Por José Morgado - Janeiro 3, 2024

Alex De Minaur, de 24 anos, viveu esta quarta-feira um dos momentos mais especiais da sua carreira, ao derrotar Novak Djokovic perante o seu público, em Perth, nos quartos-de-final da United Cup. No final do encontro, Demon deixou uma mensagem curiosa sobre aqueles que não acreditam nele.

“De onde vem o meu jogo? De todas as pessoas que ao longo dos anos nunca acreditaram em mim! É verdade que nunca serei o mais forte, nem o mais vistoso, mas está provado que posso surpreender muita gente. Com variação, velocidade, luta. Com coração. Estou muito feliz por ter conseguido apresentado tudo isso neste encontro”, afirmou após bater um número um do Mundo pela primeira vez na vida.

Leia também:

 

Djokovic volta a perder na Austrália seis anos depois e preocupa com lesão

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt