Djokovic: «A recuperação do joelho é um dos maiores feitos da minha carreira»

Por José Morgado - Julho 11, 2024
djokovic-tc

Novak Djokovic teve um dia de folga inesperado em Wimbledon, ao ver o seu adversário Alex De Minaur desistir e não entrar em court nos quartos-de-final do Grand Slam inglês, mas passou pelos estúdios do ‘Tennis Channel’ para uma entrevista muito interessante, onde abordou a sua recuperação supersónica à operação ao joelho direito. O sérvio de 37 anos considera que foi um dos maiores feitos… da sua carreira.

“É seguramente um dos maiores feitos da minha carreira. Está ali no top 3. Lesionei-me nos oitavos-de-final a meio do encontro em Roland Garros. Parte do menisco teve de ser retirado e decidi com a minha equipa que devia ser operado no dia seguinte a desistir do torneio. A razão pela qual tomei essa decisão é porque fui aconselhado pelos médicos de ortopedia que conheço de que devia ter sido operado e que o tempo de recuperação seria muito menor do que se não fosse operado”, confessou o sérvio.

Djokovic revelou ainda ter-se aconselhado… com Taylor Fritz. “Falei com o Taylor Fritz que foi muito simpático e explicou-me o seu caso que foi exatamente igual ao meu, a mesma operação e o mesmo tempo de recuperação. Ganhei mais confiança depois de falar com ele. Inicialmente não pensava em Wimbledon, mas tive uma grande ajuda da minha equipa e de especialistas e as coisas correram bem.”

Leia também:

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt