Ela está MESMO de volta! Naomi Osaka chora de alegria rumo à final em Miami

Por Pedro Gonçalo Pinto - Março 31, 2022
osaka-miami-sf

Sê bem-vinda de volta, Naomi Osaka! A antiga número um do Mundo, agora 77.ª da hierarquia mundial feminina, voltou a mostrar que está mesmo de regresso à sua melhor forma, ao carimbar um lugar na final do WTA 1000 de Miami. Pela frente tinha Belinda Bencic, uma espécie de pesadelo pessoal, já que só tinha uma vitória em cinco encontros com a helvética, mas a japonesa conseguiu mesmo sobreviver a um duro teste rumo à final.

Osaka triunfou com os parciais 4-6, 6-3 e 6-4, em 2h09, num duelo extremamente bem jogado em que Bencic parecia lançada para mais uma vitória sobre a nipónica. Mas Naomi mostrou o porquê de já ter sido líder do ranking WTA e assinou uma grande reviravolta para assegurar a sua primeira final desde o Australian Open do ano passado. E a emoção esteve à vista, com lágrimas de alegria logo no final do encontro.

Com este sucesso, Naomi Osaka escreve o seu nome no livro de recordes com algo que era altamente improvável há uns anos. É que a japonesa tornou-se na jogadora com pior ranking a qualificar-se para o duelo decisivo na história do torneio de Miami. Como 77.ª do ranking, ‘arrasa’ o registo de Kim Clijsters, que chegou à final como 38.ª do Mundo. Resta agora saber se vai defrontar Jessica Pegula ou a nova número um, Iga Swiatek, que vai numa série de 15 vitórias.

  • Categorias:
  • WTA
Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.