ÉPICO. Simon adia despedida a Roland Garros com reviravolta depois da 1 da manhã

Por José Morgado - Maio 25, 2022

PARIS. FRANÇA. Gilles Simon, veterano que marcou uma geração do ténis francês e que vai retirar-se da modalidade no final de 2022, viveu esta terça-feira seguramente um dos encontros mais especiais da sua carreira. O tenista francês, caído para o 158.º posto do ranking ATP, adiou a sua despedida a Roland Garros, ao qualificar-se para a segunda ronda com um triunfo por 6-4, 6-4, 4-6, 1-6 e 6-4, em 3h54, diante do espanhol Pablo Carreño Busta, número 18 do Mundo, num encontro que terminou já depois da uma da manhã (mas num ambiente memorável) no court Simonne Mathieu.

“Não faço a menor ideia de como consegui vencer. Nem sei que horas são, mas continuei a lutar por todos aqueles que ficaram aqui até esta hora. Mostraram que são os ‘verdadeiros’. Obrigado”, disparou Simon no final sobre um encontro que contou com um ambiente verdadeiramente… épico.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//twitter.com/josemorgado/status/1529237197840433154

O sonho de Simon em Roland Garros prossegue na segunda ronda, quando defrontar na quinta-feira o norte-americano Steve Johnson. Recorde-se que, desta geração de ouro do ténis francês, Jo-Wilfried Tsonga retirou-se esta terça-feira e Gael Monfils está lesionado. Richard Gasquet também passou a primeira eliminatória.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.