ÉPICO. Simon adia despedida a Roland Garros com reviravolta depois da 1 da manhã

Por José Morgado - Maio 25, 2022

PARIS. FRANÇA. Gilles Simon, veterano que marcou uma geração do ténis francês e que vai retirar-se da modalidade no final de 2022, viveu esta terça-feira seguramente um dos encontros mais especiais da sua carreira. O tenista francês, caído para o 158.º posto do ranking ATP, adiou a sua despedida a Roland Garros, ao qualificar-se para a segunda ronda com um triunfo por 6-4, 6-4, 4-6, 1-6 e 6-4, em 3h54, diante do espanhol Pablo Carreño Busta, número 18 do Mundo, num encontro que terminou já depois da uma da manhã (mas num ambiente memorável) no court Simonne Mathieu.

“Não faço a menor ideia de como consegui vencer. Nem sei que horas são, mas continuei a lutar por todos aqueles que ficaram aqui até esta hora. Mostraram que são os ‘verdadeiros’. Obrigado”, disparou Simon no final sobre um encontro que contou com um ambiente verdadeiramente… épico.

O sonho de Simon em Roland Garros prossegue na segunda ronda, quando defrontar na quinta-feira o norte-americano Steve Johnson. Recorde-se que, desta geração de ouro do ténis francês, Jo-Wilfried Tsonga retirou-se esta terça-feira e Gael Monfils está lesionado. Richard Gasquet também passou a primeira eliminatória.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.