Federer desceu para o 30.º lugar: é a pior classificação em mais de… 20 anos

Por Nuno Chaves - Janeiro 31, 2022
federer-wimbledon-qf

Roger Federer, de 40 anos, continua a recuperar de mais uma operação ao joelho, sendo que não deve voltar à competição antes da temporada de relva, no entanto, isso tem naturais repercussões no ranking mundial.

O suíço caiu para o 30.º lugar da hierarquia, ou seja, foi dos tenistas de topo com uma maior queda após o Australian Open. Mas agora vamos olhar bem para este lugar de Federer para percebermos a incrível longevidade do campeoníssimo na elite do ténis.

É que este é pior registo do helvético desde 8 de janeiro de… 2001. Na altura, Federer tinha apenas 18 anos, era um dos grandes talentos do ténis mundial e rapidamente se instalou no top 20 mundial: entrou nessa elite em abril de 2001 e esteve por lá até à mais recente atualização do ranking, ou seja, quase 21 anos.

Para se ter uma ideia, na última vez que Federer esteve no 30.º lugar, Carlos Alcaraz ou Jannik Sinner nem sequer eram nascidos!

Federer, recorde-se, até podia estar bem mais para baixo no ranking mas, como se sabe, as classificações estiveram bastante tempo congeladas devido à pandemia.

E como o suíço ainda vai estar vários meses fora da competição, nos próximos tempos a queda no ranking será ainda maior.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.