Frederico Marques é o novo treinador de Pedro Araújo

Por José Morgado - Janeiro 7, 2024

Frederico Marques, treinador que conduziu João Sousa aos maiores sucessos da história do ténis português, é o novo treinador de Pedro Araújo, jovem lisboeta de 21 anos que é há muito apontado como um dos grandes talentos da sua geração mas que no último ano e meio não teve resultados nem rendimento desportivo condizente com as suas expectativas.


Estou entusiasmado e gostei bastante destes dias que estive com ele. Espero que seja uma parceria de muitos frutos e muito sucesso. Gosto
bastante da intensidade que põe nos treinos, da energia. Acho que ajuda o jogador a sentir-se mais motivado e é impossível alguém não ter vontade de treinar. Basicamente está sempre animado e isso é algo que valorizo bastante”, revelou Araújo em conferência de imprensa após perder na primeira ronda da qualificação do Indoor Oeiras Open 2, no Jamor.

Araújo foi contactado pelo próprio Frederico Marques depois de este ter tomado conhecimento sobre o facto de a relação com Julian Contzen ter terminado e sente-se feliz pelo reconhecimento. “É alguém com imensa experiência ao mais alto nível e treina o melhor português de sempre. Portanto, obviamente é bom ele ter demontrado interesse. Agora há que trabalhar no campo para que as coisas resultem. Espero que possamos atingir coisas boas juntos”.

Araújo deixou de trabalhar em março passado com Jaime Caldeira, técnico que esteve consigo desde a infância e ao lado de quem venceu o Nacional de juniores em 2020. Antes disso, foi ainda vice campeão nacional absoluto em 2021.

Frederico Marques trabalhará paralelamente com João Domingues, de 30 anos, com quem acertou também parceria nas últimas semanas.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt