Frederico Silva dá volta em guerra de três horas em Forli rumo aos primeiros ‘quartos’ de 2022

Por Bola Amarela - Janeiro 19, 2022
frederico-silva
FOTO: Beatriz Ruivo

Aí estão os primeiros quartos-de-final da temporada para Frederico Silva. O número 239 do ranking ATP teve de sofrer muito, mas acabou por concluir uma sensacional reviravolta no Challenger de Forli, ao cerrar finalmente o punho ao cabo de quase três horas de autêntica guerra.

Kiko bateu o italiano Andrea Pellegrino (221.º), com os duríssimos parciais 4-6, 7-6(5) e 7-6(5), que exemplificam bem o que foi o encontro. Como se não bastasse, o caldense de 26 anos chegou a ver o tenista da casa servir para fechar o encontro a 5-4 na segunda partida, mas fez o contra-break e resistiu no tie-break. Já a terceira partida concluiu-se sem qualquer break point, mas o português voltou a ser mais forte na hora da verdade.

Nos ‘quartos’ pela primeira vez esta temporada, Frederico Silva fica agora à espera do desfecho do duelo entre Vasek Pospisil (1.º cabeça-de-série, atual 138.º e ex-top 30), ou outro wild card italiano, no caso Stefano Napolitano (483.º).

Bola Amarela