Fritz e uma interessante reflexão: «Não estou nem perto do melhor ténis da minha carreira»

Por Nuno Chaves - Outubro 13, 2021
fritz

Aos 23 anos, Taylor Fritz está no 39.º posto do ranking mundial, ainda assim, o norte-americano está consciente de que ainda há muito pela frente.

Fritz, que está nos oitavos de final em Indian Wells, mostrou-se tranquilo e revelou quando é que pensa estar no seu auge. “Sei que provavelmente vou jogar o meu melhor ténis quando tiver entre 26 a 30 anos. Agora tenho de trabalhar o máximo possível, jogar o meu melhor ténis para ter a minha verdadeira explosão no circuito. Isto acontece em etapas diferentes para cada jogador e eu sei que não nem perto de jogar o melhor ténis da minha carreira. Sei que tenho muito que melhorar e estou a trabalhar para o conseguir”, confessou após bater Matteo Berrettini.

Fritz também explicou a épica recuperação que teve após a operação que aconteceu depois de Roland Garros. O jovem em um mês recuperou e ainda foi jogar Wimbledon.

“Tive alguma sorte. A palavra operação mete bastante medo a qualquer desportista mas de todas as operações possível vivi uma relativamente simples, com uma das recuperações mais rápidas possíveis. O meu cirurgião fez um incrível trabalho. A partir daí fui para a reabilitação, tentar fortalecer o corpo um par de dias depois da operação”, contou.

“Logo a seguir já estava de volta ao court, só tive uma semana fora do ténis. Senti que recuperei muito depressa. A dieta teve um papel importante para ajudar a manter a inflamação baixa. Além disse, tive muita terapia física e trabalho duro”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.