Gastão Elias: «Nuno Borges tem todas as qualidades para chegar facilmente ao top 100»

Por Nuno Chaves - Abril 10, 2021
GastaoElias(1)
FOTO: Sara Falcão

Depois da final no primeiro Challenger no Jamor, Gastão Elias ficou esta semana pelo caminho nas meias-finais, após uma derrota frente a Nuno Borges.

No final da partida, o tenista da Lourinhã fez uma análise a este encontro, que ficou marcado pelas interrupções, devido à chuva. “Tive break points para fazer 2-0 no segundo set, se tivesse concretizado talvez a história seria outra. Quem não aproveita as oportunidades depois leva o troco, foi isso que aconteceu mas ele esteve muito bem, muito sólido, agressivo e pegou na iniciativa nos pontos, foi isso que fez a diferença”, admitiu em conferência de imprensa.

Elias também deixou palavras muito positivas em relação a Nuno Borges. “Sabia que ia ser muito difícil, a única esperança que tinha era que por ser terra batida lhe pudesse dificultar um pouco mais as coisas, foi o que acabou por acontecer mas ele tem um estilo de jogo estranho, meio aleatório, mas isso não quer dizer que seja algo mau. Há muitas bolas que ele faz que não me parecem ser possíveis de se fazer em certos momentos e ele surpreende-me muito. Talvez por isso fique sem saber onde vai jogar. É o que o torna num excelente jogador”, referiu.

Elogios foram mesmo o resumo desta conferência de imprensa. “É um jogador um pouco maluco dentro do campo, isso faz com que seja perigoso. Faz com que seja muito imprevisível e isso é muito bom para o ténis. Tem todas as qualidades para chegar longe, considero um jogador com qualidade para chegar ao top 100 facilmente. É um miúdo cinco estrelas, adoro-o”, concluiu.

Apesar da derrota, Gastão Elias mostrou-se satisfeito com estas duas semanas no Jamor. “Foram duas semanas muito positivas, se dissessem que ia sair com quase 50 pontos teria aceitado, portanto, estou feliz.

 

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.