Gilles Simon vai deixar de morar no top 100… umas impressionantes 785 semanas depois

Por Pedro Gonçalo Pinto - Julho 15, 2021
Gilles-Simon
Images via Reuters/Tony O’Brien

Passamos muito tempo a destacar sequências impressionantes, quase sempre do Big Three, mas há vida além de Novak Djokovic, Roger Federer Rafael Nadal. Prova disso é a série incrível que Gilles Simon vai ver chegar ao fim na próxima segunda-feira. É que o francês, agora com 36 anos, irá sair do top 100 pela primeira vez depois de… 785 semanas sempre entre os 100 melhores do mundo.

Simon, que agora surgia mesmo com 100.º classificado da hierarquia mundial masculina, vai cair pelo menos uma posição e irá sair do top 100, onde ‘morava’ desde que tinha entrado, então em janeiro de 2006. A partir do momento em que furou a barreira dos 100 melhores, nunca mais tinha voltado atrás, sendo que chegou mesmo a ser o 6.º melhor jogador do mundo.

Para se perceber a magnitude daquilo que Gilles Simon alcançou, tratou-se da sexta série mais longa entre jogadores no ativo, apenas atráves de Roger Federer, Rafael Nadal, Fernando Verdasco (que entretanto também já saiu dos 100 melhores), Richard Gasquet Novak Djokovic.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.