Grand Slam conquistado contra o número um deixa Medvedev num grupo de luxo (sem Federer)

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 14, 2021

Conquistar um título de Grand Slam é sempre especial em qualquer circunstância. Ainda para mais o primeiro! No entanto, Daniil Medvedev subiu a parada e arrecadou o seu primeiro Major no contexto mais complicado, pelo menos no plano teórico. É que o russo, número dois do ranking ATP, teve de bater o líder da hierarquia mundial masculina na final para garantir o direito de erguer o troféu no US Open. Novak Djokovic foi a vítima que fez com que Medvedev se juntasse a um clube muito restrito onde nem o Big Three está todo lá.

Falamos dos jogadores no ativo que derrotaram o jogador que estava no topo do ranking numa final de um Grand Slam. Rafael Nadal domina claramente, com sete vitórias em 12 finais diante do número um do mundo (em três Majors diferentes), enquanto Stan Wawrinka é o único outro com mais do que uma, ao ter vencido as três que disputou dessa forma, todas em Slams diferentes. A lista fica completa com Medvedev (1 em 2), Djokovic (1 em 4), Juan Martín Del Potro (1 em 1) e Andy Murray (1 em 6).

Quem falta? Roger Federer. É que o suíço já defrontou o líder do ranking ATP por cinco vezes em finais de torneios do Grand Slam e a verdade é que acabou sempre por ser derrotado…

Pedro Gonçalo Pinto