Hewitt arrasa nova Taça Davis: «É ridícula, isto mudou para pior e perdemos algo especial»

Por Nuno Chaves - Novembro 26, 2021
hewitt_kyrgios

A segunda edição das Davis Cup Finals arrancou esta quinta-feira e a polémica já está instalada, ou neste caso, as críticas ao atual formato, que se joga em três cidades europeias e tudo numa semana.

Lleyton Hewitt, capitão da seleção australiana – que perdeu de forma clara com a Croácia -, foi mais uma das personalidades fortes do ténis a deixar fortes críticas. “Penso que é ridícula. Isto não é a Taça Davis. Já falei sobre isto nos últimos três ou quatro anos. Sim, este é um estádio maravilhoso mas não há um público massivo”, disse após a derrota com os croatas.

“Isto não é a Taça Davis. Alguns das minhas melhores memórias são a jogar este torneio, meias-finais ou final, perante uma enorme multidão. Não importava se era na Austrália ou no Havaí. O ambiente era incrível. Mesmo ter o público contra, isso também era especial”, disparou o antigo tenista e número um mundial.

E o que revolta ainda mais Hewitt é que, segundo o próprio, ninguém lhe pediu opinião. “Há quatro anos que ninguém nos pede opinião. Isto está liderado por um jogador de futebol e a sua empresa. É algo totalmente distinto do que se viu no ténis para um torneio tão grande. A ITF não me perguntou nem a mim, nem a nenhum australiano. Isto mudou para pior, perdemos algo especial”,

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.