História, história e mais história: o que está em jogo para Nadal e Medvedev na final do Australian Open

Por Pedro Gonçalo Pinto - Janeiro 29, 2022
Foto: EPA/WILL OLIVER

Está tudo pronto para um duelo de luxo entre Daniil Medvedev e Rafael Nadal para discutir quem sai do Australian Open como novo campeão. O simples facto de em jogo estar um título do Grand Slam é suficiente para se tratar de um encontro de enorme importância, mas este embate vai para outro nível. É que há história à espera de ser escrita, seja pela frieza e loucura do russo, seja pela resiliência e potência do espanhol. Aqui resumimos os principais feitos que Medvedev e Nadal festejam se saírem por cima de uma batalha que se espera titânica.

Medvedev, o líder da nova geração

  • Depois de ter conquistado o seu primeiro título do Grand Slam no US Open do ano passado, Medvedev pode tornar-se no primeiro homem da história a vencer os seus dois primeiros Majors em eventos consecutivos. Nem os membros do Big Three alcançaram tal feito.
  • Se conquistar o Australian Open, Medvedev fica virtualmente posicionado para ultrapassar Novak Djokovic na liderança do ranking mundial. O russo pode tornar-se no primeiro tenista que não Djokovic, Murray, Federer ou Nadal a estar no topo desde 2003.
  • Medvedev torna-se apenas no sexto homem na Era Open a vencer o Australian Open logo depois de conquistar o US Open no ano anterior. Os outros foram Ken Rosewall, Pete Sampras, Andre Agassi e Roger Federer.
  • Aos 25 anos e 353 dias, Medvedev será o mais jovem campeão do Australian Open desde… Djokovic, que conquistou o título em 2013 quando tinha 25 anos e 250 dias. Também procura colocar um ponto final numa série de cinco anos com campeões trintões em Melbourne Park.

Nadal, o touro sem idade

  • É o recorde que todos querem escrever: Nadal tem uma oportunidade de ouro para se tornar no primeiro homem da história a conquistar 21 títulos do Grand Slam, descolando do empate que neste momento se mantém com Roger Federer e Novak Djokovic. O sérvio teve essa hipótese no US Open mas foi negado por… Medvedev.
  • Se o touro de Manacor resistir ao gelo russo, então Nadal vai tornar-se no segundo homem da Era Open – e quarto na história – a vencer os quatro torneios do Grand Slam pelo menos duas vezes cada. O espanhol junta-se, nesse caso, a Novak Djokovic, que alcançou o feito em Roland Garros na época passada, bem como a Roy Emerson e Rod Laver.
  • Aos 35 anos e 241 dias, Nadal pode ser o terceiro homem na Era Open a vencer o Australian Open depois de celebrar o 35.º aniversário. Roger Federer e Ken Rosewall venceram ambos dois títulos na Austrália com mais de 35 anos.
Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.