Humbert revela as dificuldades após contrair covid-19: «Não conseguia treinar mais de 30 minutos»

Por Nuno Chaves - Março 11, 2022
Foto: EPA

Ugo Humbert testou positivo à covid-19 após perder na primeira ronda do Australian Open e o que é certo é que desde aí o francês nunca se encontrou.

Até ao momento, o gaulês ainda não venceu em 2021 e um dos principais fatores para este péssimo arranque está, precisamente, nesse teste positivo ao novo coronavírus.

“Creio que fui contagiado pelo meu fisioterapeuta, que teve um contacto direto com a Fiona Ferro, quando ela deu positivo. A partir daí foi difícil recuperar. Tive problemas num adutor e o efeito psicológico de ter covid-19 e estar semanas sem conseguir treinar mais de 30 minutos foi enorme. Sentia dores nas pernas, estava exausto e não conseguia desfrutar deste desporto”, confessou ao L’Equipe.

Humbert não compete desde o ATP 500 de Roterdão, no início de fevereiro. Regressa esta noite na primeira ronda do ATP 1000 de Indian Wells e terá pela frente o dinamarquês Holger Rune.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.