Isner sobrevive rumo aos ‘quartos’ e Fritz só se despacha às… duas da manhã em Los Cabos

Por Pedro Gonçalo Pinto - Julho 22, 2021

O torneio de Los Cabos continua a proporcionar batalhas noite dentro… e não é só noutros fusos horários diferentes daquele que se vive no México! Que o diga Taylor Fritz, que só se despachou para garantir o seu lugar nos quartos-de-final quando os relógios já estavam quase em cima das duas da manhã na quente cidade mexicana. O norte-americano, 3.º cabeça-de-série, levou a melhor numa batalha intensa com o ucraniano Ilya Marchenko (161.º).

Fritz fechou com os parciais 6-1, 6-7(9) e 7-5, sendo que teve uma série de oportunidades espalhadas pelo segundo set, com as maiores a surgirem no tie-break, onde beneficiou de três match points, sem conseguir, claro, aproveitar nenhum deles. Já na terceira partida, Marchenko até teve um break de vantagem por duas vezes, mas acabou por tremer na hora de forçar um tie-break decisivo e deixou fugir o apuramento para os ‘quartos’. Fritz prepara-se agora para defrontar o compatriota Steve Johnson.

Quem também sofreu muito para levar a melhor foi outro norte-americano, um de cinco nos quartos-de-final em Los Cabos. Falamos do gigante John Isner (39.º), que somou apenas o 10.º triunfo nesta temporada, ao bater o russo Evgeny Donskoy (157.º), com os parciais 7-5, 3-6 e 7-6(5). Isner disparou 25 anos, perdeu apenas cinco pontos em 55 no seu primeiro serviço e carimbou o lugar nos ‘quartos’, onde vai medir forças com o australiano Alex Bolt.

Pedro Gonçalo Pinto