João Sousa brilha e despacha top 25 rumo aos ‘quartos’ em Genebra

Por José Morgado - Maio 18, 2022

João Sousa, número um nacional e melhor tenista português de todos os tempos, garantiu esta quarta-feira o regresso aos quartos-de-final de torneios ATP, ao aceder ao top 8 do ATP 250 de Genebra, na Suíça, onde já foi finalista em 2015.

O vimaranense de 33 anos, número 79 do ranking ATP, derrotou na segunda ronda da prova helvética o georgiano Nikoloz Basilashvili, número 25 do Mundo e quinto cabeça-de-série da prova, por 6-4 e 6-3, em 1h25, naquela que é a primeira vitória de Sousa sobre um top 30 desde setembro de 2019. João até começou menos bem, caindo para um break de atraso no terceiro jogo do primeiro set, mas dominou as operações a partir desse momento: serviu melhor, foi mais sólido e bastante mais esclarecido em todos os capítulos para triunfar sem problemas diante de um dos jogadores que bate mais forte na bola em todo o circuito e que será o seu parceiro de pares em Roland Garros.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//twitter.com/TennisTV/status/1526917181962965000

Sousa, que regressa ao court ainda esta quarta-feira para jogar os ‘quartos’ de pares ao lado de Francisco Cabral, vai defrontar nos quartos-de-final de singulares o vencedor do embate entre o canadiano Denis Shapovalov (1-1 no confronto direto) e o bielorrusso Ilya Ivashka (2-0), que se defrontam mais logo no torneio suíço.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt