Karatsev sobrevive a guerra de três horas com Evans e desafia Murray na final de Sydney

Por Bola Amarela - Janeiro 14, 2022

Num dia marcado por vários duelos verdadeiramente loucos, Aslan Karatsev Daniel Evans não quiseram fugir à regra. Durante mais de três horas, os dois entraram disputaram uma autêntica guerra por um lugar na final do ATP 250 de Sydney, com o russo a resistir por fim.

Karatsev (20.º ATP) sobreviveu ao intenso duelo com Evans (26.º), com os parciais 6-3, 6-7(13) e 6-3, ao cabo de 3h09. Houve um pouco de tudo, incluindo uma polémica com um toilet break do russo entre o segundo e o terceiro sets, mas a verdade é que o encontro até podia ter sido menos dramático. É que Karatsev não aproveitou três match points num tie-break carregado de adrenalina, que Evans fechou à sua sexta oportunidade.

Já no terceiro set, Karatsev abriu para 3-0 rapidamente, Evans respondeu até 3-3, mas o russo alinhou mais três jogos para selar o encontro e marcar duelo com Andy Murray na final. Será o quarto duelo decisivo na carreira de Karatsev, que já sabe que vai subir cinco lugares no ranking ATP para igualar o seu máximo de carreira na 15.ª posição. Isto antes de defender as meias-finais no Australian Open.

Bola Amarela