Kasatkina não se arrepende de assumir homossexualidade: «Dei o passo certo»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Agosto 5, 2022

Daria Kasatkina tem sido uma das figuras da temporada, tal como se percebe pelo facto de ser a número 12 do ranking WTA e 6.ª classificada da Race para as WTA Finals. Mas foi algo fora do court que deu mais que falar recentemente, com o passo corajoso para assumir a homossexualidade, algo de que não se arrepende.

“Estou muito feliz por isso. Não foi algo bom apenas para mim, também ajudou outras pessoas. Isso é ótimo e sinto-me muito bem. Sinto-me feliz por isso, por mim e é o mais importante. Dei o passo certo. Com a situação no Mundo, todas estas coisas que são difíceis fazem pensar ‘se não for agora vai ser quando?'”, confessou.

A brilhar também San José, onde vai discutir com Aryna Sabalenka um lugar nas meias-finais do WTA 500, Kasatkina falou ainda sobre o objetivo que tem de fazer a diferença. “Tenho 25 anos, tenho de agir agora. Tenho de mostrar tudo o que tenho nestes anos. Acredito que este já é o momento de dar mais do que receber”, finalizou.

  • Categorias:
  • WTA
Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.