Korda: «Fiquei paralisado na primeira vez que estive com Nadal»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Agosto 4, 2021

Sebastian Korda é uma das jovens estrelas do circuito e está a viver um ano de enorme qualidade que o deixa, para já, no 45.º lugar do ranking ATP. No entanto, como quase todos os craques desta nova geração, não esconde que idolatra jogadores mais velhos com quem ainda se cruza no mundo do ténis nesta altura. Como Rafael Nadal, por exemplo, com quem teve oportunidade de treinar em Washington.

“O meu agente sempre me disse que treinar com Nadal é diferente e que me prepara para uma intensidade única. Desde que comecei a jogar ténis senti uma admiração enorme em relação a ele. Comecei a viajar pelo mundo com 8 anos, a acompanhar o meu pai quando treinava o Radek Stepanek e tentava ver sempre os jogos do Rafa. Uma vez em Miami, saiu do balneário e ao ver-me veio cumprimentar-me. Fiquei paralisado, era o meu ídolo! Poder treinar com ele agora é um sonho tornado realidade. Espero que nos possamos enfrentar mais vezes”, destacou.

Com vontade de terminar o ano dentro do top 30, Korda faz um balanço positivo do que tem sido a sua evolução. “Chego aqui com muita confiança, estou a ter uma temporada muito boa. Às vezes páro e tenho de meter em contexto o que estou a fazer. Há um ano era o número 220 do mundo e agora estou no top 50. Sinto que a minha evolução tem acelerado muito mais do que esperava, então estou muito feliz. Tenho a sensação de que há muito talento na minha geração, com jogadores como Musetti, Alcaraz, Aliassime ou Sinner”, rematou.

Pedro Gonçalo Pinto