Kvitova e Bertens avançam rumo aos ‘oitavos’ em Brisbane

Por Tiago Ferraz - Janeiro 7, 2020
Petra-Kvitova

A tenista checa e número sete mundial Petra Kvitova está nos oitavos de final do WTA International de Brisbane depois de ter vencido a russa Anastasia Pavlyuchenkova, em três sets, pelos parciais de 2-6, 6-1 e 6-0.

O encontro começou mal para a tenista checa, que sofreu dois breaks consecutivos e ficou a perder por 4-0 no quarto jogo. Petra Kvitova ainda tentou reagir, devolveu um dos breaks, no sexto jogo (2-4), mas foi quebrada logo a seguir e a tenista russa adiantou-se no marcador para vencer a primeira partida por 6-2.

A partir daí só deu Petra Kvitova. A tenista checa entrou muito bem no segundo parcial, aumentou a eficácia em todos os parâmetros do seu jogo e conseguiu dois breaks que se revelaram decisivos para a vitória  no segundo set, que viria a confirmar-se com 6-1 a seu favor.

Na terceira e decisiva partida, Petra Kvitova esteve intratável, venceu todos os jogos de serviço e fez três breaks seguidos para aplicar um ‘pneu’ e vencer com um claro parcial de 6-0.

Na próxima ronda, a checa vai defrontar uma tenista oriunda do ‘qualifying’ Ljudmila Samsonova que eliminou a norte-americana Sloane Sthephens.

Quem também segue em frente na prova é a holandesa Kiki Bertens que levou a melhor sobre a jovem ucraniana Dayana Yastremska, em três sets, por 6-4, 1-6 e 6-3.

O encontro não começou da melhor forma para a tenista holandesa que entrou mal e ficou logo a perder por 2-0. Nos dois jogos que se seguiram, Bertens reagiu, fez dois breaks e serviu para chegar ao 4-2, vantagem que geriu até final do set (6-4).

Na segunda partida, Yastremska começou melhor, salvou um ponto de break no primeiro jogo e provocou o primeiro desequilíbrio no marcador logo a seguir, servindo depois para o 3-0.

Até final do set, a ucraniana ainda fez novo break, no sexto jogo (5-1), e teve serviço na mão para levar o encontro à ‘negra’ (6-1).

No set decisivo, Kiki Bertens elevou muito o nível de jogo, fez dois breaks seguidos, nos segundo e quarto jogos, e serviu para o 5-0.

Com uma vantagem tão grande, a holandesa relaxou, permitiu a devolução de um dos breaks (5-2), mas controlou as operações e venceu o set e o encontro por 6-3.

Nos oitavos de final, a holandesa vai medir forças com a estónia Anett Kontaveit.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.