La Bella Italia! Sinner e Berrettini juntam-se para quebrar jejum de 49 (!) anos

Por Bola Amarela - Janeiro 24, 2022

Itália é um dos países que mais sorri no ténis por estes dias. Com Matteo Berrettini Jannik Sinner a liderarem a nova geração transalpina, há motivos para sonhar com grandes conquistas, algo que ganha ainda mais força neste Australian Open. É que os dois bombardeiros juntaram as boas exibições para quebrar um jejum que durava há 49 anos na história do ténis masculino italiano.

Depois de Berrettini bater Pablo Carreño Busta para se apurar para os quartos-de-final do Australian Open, Sinner seguiu as pisadas com o triunfo frente a Alex de Minaur, pelo que há dois transalpinos no top 8 de um Grand Slam pela primeira vez desde 1973. Na altura em Roland Garros, Adriano Panatta, então 8.º cabeça-de-série, bateu o holandês Tom Okker, por 6-3, 5-7, 6-3 e 6-4, ao passo que Paolo Bertolucci ficou pelo caminho diante do croata Nikola Pilic, com os parciais 6-3, 6-4, 3-6 e 6-4. Panatta viria a perder exatamente com Pilic nas meias-finais, mas o torneio foi conquistado pelo romeno Ilie Nastase.

Resta agora saber o que Berrettini e Sinner vão alcançar, sendo que só se podem cruzar numa eventual final em Melbourne Park. Matteo vai medir forças com Gael Monfils, enquanto Sinner espera por Taylor Fritz ou Stefanos Tsitsipas.

Bola Amarela