Medvedev vai colocar ponto final numa incrível sequência do Big Four em Grand Slams

Por Pedro Gonçalo Pinto - Agosto 20, 2022

Daniil Medvedev ficou logo a saber que ia chegar ao US Open como número um e primeiro cabeça-de-série depois de Rafael Nadal ser eliminado por Borna Coric na segunda ronda do Masters 1000 de Cincinnati. E a verdade é que, dessa maneira, há um registo incrível relacionado com a longevidade do Big Four que vai cair em Nova Iorque.

Pela primeira vez desde o Australian Open de 2004, o principal cabeça-de-série de um torneio do Grand Slam não se vai chamar Roger Federer, Novak Djokovic, Rafael Nadal ou Andy Murray. Nessa edição do Major australiano, Andy Roddick ficou com o papel de primeiro pré-designado, num torneio que acabou por ser ganho por Federer.

Agora, Medvedev vai assumir essa posição de destaque, sendo que é preciso referir que Djokovic teve esse posto no Australian Open deste ano, embora não o tenha ‘utilizado’. É que o sérvio era o primeiro cabeça-de-série e estava colocado no quadro principal, antes de ser obrigado a desistir devido à deportação. Resta agora saber se o facto de haver um primeiro cabeça-de-série fora do Big Four vai travar um outro dado incrível: é que essas quatro lendas ganharam 64 dos últimos 73 Majors.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.