Mektic e Pavic mostram por que são os melhores do mundo e batem Itália rumo às ‘meias’

Por Bola Amarela - Novembro 29, 2021

Borna Gojo vestiu a capa de herói para dar um ponto improvável à Croácia, Jannik Sinner respondeu de forma milagrosa e a eliminatória entre Croácia e Itália foi para o encontro de pares por resolver. Na hora da verdade, os croatas fizeram bom proveito da arma temível que têm à sua disposição nessa variante: nada mais, nada menos do que aquela que é de forma destacada a melhor dupla do mundo, com Nikola Mektic Mate Pavic.

Os líderes do ranking ATP de pares levaram a melhor diante de Jannik Sinner Fabio Fognini, com os parciais 6-3 e 6-4, silenciando o público de Turim, que tentou elevar o nível da sua seleção perante uma tarefa hercúlea. É que, afinal de contas, Mektic e Pavic têm nove títulos (!) esta temporada, com Wimbledon, três Masters 1000 e os Jogos Olímpicos nessa lista.

Os croatas mantiveram-se sempre no controlo e não enfrentam qualquer ponto de break, confirmando mesmo todas essas credenciais para levar a sua seleção às meias-finais das Davis Cup Finals. Agora é tempo de sentar no cadeirão e esperar pelo desfecho do duelo entre Sérvia e Cazaquistão, de onde vai sair o próximo adversário, já em Madrid.

Bola Amarela