Mischa Zverev: «Dimitrov tinha 7 mil pontos e era número 7, Alcaraz tem 6.740 e está no topo»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Outubro 2, 2022

O ranking ATP atual apresenta algumas novidades relativamente ao que é normal. Depois de anos em que quem estava no topo apresentava uma grande quantidade de pontos, Carlos Alcaraz é o número em circunstâncias especiais, já que os 6.740 que apresenta não seriam suficientes para liderar em qualquer outro momento. Trata-se de algo que Mischa Zverev destacou, fazendo mesmo uma outra comparação.

“O ano foi muito estranho no geral. Falei com o Dimitrov e ele disse-me que há uns anos tinha 7 mil pontos e era número 7, enquanto agora Alcaraz tem 6.740 e está no topo. Não tem sido um ano normal. Covid-19, Wimbledon, várias retiradas… Foi estranho. Espero que o próximo ano seja mais normal, que haja pontos em todos os Grand Slams e que todos os tenistas possam jogar onde quiserem”, atirou.

Esta última referência diz respeito, claro, a Novak Djokovic, que se viu proibido de viajar para a Austrália e para a América do Norte por não ter a vacinação contra a Covid-19. Por outro lado, refira-se que terá havido um lapso na conversa com Dimitrov, já que o búlgaro nunca chegou sequer aos seis mil pontos no ranking…

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.