Molcan vê oportunidade com Big Three a ceder: «Agora é o momento em que todos podem ganhar»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 28, 2022

2022 tornou-se num ano peculiar. Novak Djokovic falhou vários grandes torneios por não estar vacinado, Rafael Nadal limitou o seu calendário — ainda assim, conquistou dois títulos do Grand Slam e teve um arranque fulgurante –, enquanto Roger Federer pendurou as raquetes. Por tudo isto, os tenistas sentem que o circuito está a abrir cada vez mais, como explicou Alex Molcan.

“Sinto que tudo está a mudar porque Djokovic não jogou alguns torneios, Nadal não está a jogar sempre porque tem problemas físicos e Federer acabou a carreira. Assim fica mais fácil. Agora é o momento em que todos podem ganhar. Deu para ver isso nos Grand Slams, como no US Open, quando Tsitsipas perdeu com Galán na primeira ronda. Há muitos encontros como este, pelo que se me mantiver saudável e jogar bem, posso chegar longe”, admitiu o número 49 do ranking ATP.

Tudo isto numa altura em que Molcan é treinado por Marian Vajda, o antigo e histórico treinador de Djokovic. “Começámos esta temporada em maio, por isso nem sequer passámos meio ano juntos, mas é um treinador incrível. Também o Karol Beck, o meu outro treinador, está na mesma onda. Ambos têm pontos de vista parecidos sobre o meu ténis, então não conflitos nem opiniões diferentes”, destacou.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.