Moya não tem dúvidas: «Se Djokovic não se vacina, a carreira corre sério perigo»

Por Nuno Chaves - Fevereiro 4, 2022
djokovic-ausopen

O título de Rafa Nadal no Australian Open levantou a questão de se Novak Djokovic poderia mudar de ideias e vacinar-se para lutar pelo estatuto de maior campeão de Grand Slams.

Essa ideia foi desmentida por membros da equipa do sérvio e certo é que Carlos Moya, treinador de Nadal, também não acredita nisso. “Não creio que vá mudar nada na sua postura com esta vitória do Rafa. O que é evidente é que se não vacinar vai ficar descartado desta batalha que há tanto tempo luta”, confessou à Onda Cero.

E Moya até vai mais longe. “Creio que vai ser muito difícil para ele disputar torneios do Grand Slam se não estiver vacinado e a sua carreira corre sério perigo. Não creio que seja um anti vacinas, ele sempre defendeu o direito a escolher mas agora está numa situação muito complicada”, reforçou.

Sobre a incrível conquista do seu pupilo, Moya acredita que Rafa não vai ficar por aqui. “Sou muito otimista e creio que este não vai ser o último título do Grand Slam que ganha. Vai ser um dos grandes favoritos em Roland Garros se estiver saudável e esse torneio é o grande objetivo agora mesmo”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.