Não desiste: aos 38 anos, guerreiro Verdasco assumiu o circuito Challenger e sonha voltar ao top 100

Por Nuno Chaves - Janeiro 27, 2022
Foto: Reuters

Aos 38 anos, Fernando Verdasco está na fase final da sua carreira. Recentemente saiu do top 100 mais de 17 anos depois mas não é por isso que deita a toalha ao chão e não deixa de lutar, mesmo que seja no circuito secundário.

Verdasco não viajou para a Austrália e tem competido no circuito Challenger. Na última semana teve, no Brasil, uma dura derrota frente a um jogador fora do top 340 mas esta semana as coisas já estão francamente melhores.

O antigo top 10 mundial está nos quartos de final do Challenger de Santa Cruz, na Bolívia, sendo que ainda tem como objetivo regressar ao top 100 ATP.

Atualmente está no 170.º posto do ranking mas, apesar de ser difícil voltar aos 100 melhores, uma coisa é certa: desistir não entra no vocabulário deste espanhol. Esta quinta-feira defronta o argentino Pedro Cachin na luta por um lugar nas meias-finais.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.