Norrie rendido a Nadal: «Senti que não podia fazer nada para o derrotar»

Por Nuno Chaves - Fevereiro 27, 2022
Foto: EPA

Cameron Norrie voltou a fazer uma semana de alto nível, ainda assim, não foi suficiente para terminar com a invencibilidade de Rafa Nadal em 2022.

O britânico perdeu na final do ATP 500 de Acapulco e, no final, foi desafiado a comentar uma forma de derrotar Nadal. Norrie… não teve resposta. “É uma pergunta muito complicada, joguei com ele três vezes no ano passado e tinha uma certa ideia de como jogava. As condições aqui eram bastante boas para os dois mas ele foi superior a mim quando era preciso e o ténis é isso. O Nadal é um jogador que não te dá nada e tens de ser tu a conseguir ganhar os pontos”, referiu aos jornalistas.

Mas os elogios a Nadal não ficaram por aqui. “O Rafa faz um trabalho incrível, controla o tempo do encontro. Quando serve tem uma estratégia e quando responde tem outra completamente diferente. É algo que gostava de aprender com ele. Além disso, está concentrado desde o primeiro minuto e não te dá pontos grátis. Sentes que não podes fazer nada para o derrotar. Por outro lado, tu dás alguns pontos grátis e ele sabe aproveitar”, reforçou.

Certo é que Norrie termina este torneio no 12.º lugar do ranking mundial mas ele não quer ficar por aqui. “Sinto que pouco a pouco estou a melhorar no circuito e tenho ainda muitas coisas para aprender. Compito para conseguir lutar contra os melhores jogadores do mundo. Aprendes muito quando jogas contra eles mas também é evidente que surgem outros sentimentos. Apesar da idade, o Novak e o Rafa continuam a ganhar os torneios que disputam. O Nadal conseguiu arrancar o ano de uma forma incrível, diria que é o melhor início de ano enquanto profissional. Fez isto quase aos 36 anos. Eu simplesmente tento continuar a melhorar com o passar das semanas para alcançar os meus objetivos”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.