Osaka recuperou ritual que fazia antes de cada encontro no US Open de 2020

Por Pedro Gonçalo Pinto - Maio 1, 2022

Passo a passo, Naomi Osaka está a redescobrir o seu ténis e a alegria dentro de court. Depois de largos meses complicados, a antiga número um do Mundo está agora apostada em fazer uma boa temporada de terra batida, mas é algo fora do court que pode estar também a fazer a diferença.

“Estou a tentar ser mais positiva comigo mesma. Recuperei algo que fazia antes de cada encontro no US Open de 2020 e que consiste em dar graças por tudo o que a vida já me deu, verbalizar o quão sortuda sou por estar aqui e ter a equipa que tenho ao meu redor”, confessou em Madrid.

Por outro lado, há dois jogadores a quem está atenta para melhorar no pó de tijolo. “Estou a tentar inspirar-me no jogo do Rafa e da Iga em terra batida para ver em que momento é melhor sair da esquerda para bater a direita, quando é melhor jogar com a esquerda e como mover-me pelo court para escolher as pancadas. Quero aprender. Sinceramente, acho que posso jogar melhor em terra do que em relva, que para mim é uma superfície aterradora”, atirou.

  • Categorias:
  • WTA
Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.