Raducanu ‘desafia’ Andy Murray a ser o seu treinador quando acabar a carreira

Por Pedro Gonçalo Pinto - Março 10, 2022

Aos 19 anos, Emma Raducanu continua a tentar adaptar-se da melhor maneira ao WTA Tour. Tudo isto, no entanto, depois de ter ganho de forma inacreditável o US Open na época passada. A atual número 13 do Mundo tem sentido dificuldades para se afirmar na sequência desse título histórico, até porque vai somando alguns azares, como uma lesão que quase a deixou fora de Indian Wells.

“Estar aqui é muito positivo. É um bónus porque basicamente toda a gente dizia que eu não tinha hipóteses de jogar Indian Wells. É mesmo bom não falhar um torneio tão grande. Ainda estou a tentar perceber tudo, é tudo novo e vai demorar até assentar. Aceito que não vai ser uma viagem tranquila. O que posso fazer quanto a isso? Estou num cenário que nunca aconteceu antes e estou a tentar perceber tudo enquanto avanço”, destacou.

Raducanu falou ainda sobre aquele que seria o seu treinador de sonho. Por esta altura, vai trabalhando com o alemão Torben Beltz, mas lançou um desafio a… Andy Murray“Quem gostava de ter como treinador? O Andy é muito bom a entender o jogo. Sinto que o seu conhecimento daria muita ajuda e adorava ouvir tudo o que ele tem para dizer”, explicou.

  • Categorias:
  • WTA
Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.