Sakkari sobrevive a batalha com Keys em Madrid, Collins e Pegula também avançam

Por Pedro Gonçalo Pinto - Abril 29, 2022
Créditos: Bruno Alencastro/Bola Amarela

Havia um círculo à volta do embate entre Maria Sakkari e Madison Keys na primeira ronda do WTA 1000 de Madrid por uma razão. E isso ficou bem claro com aquilo que se passou na Caja Mágica, com a número cinco mundial a resistir a um duríssimo teste com a poderosa norte-americana, que tentou aproveitar ao máximo as condições de altitude em que se disputa este torneio.

No entanto, foi mesmo Sakkari quem levou a melhor, ao triunfar com os parciais 6-7(8), 6-3 e 6-4, em 2h31, num duelo em que esteve a perder por 2-0 na terceira partida. A questão é que reagiu rápido e sobreviveu para garantir o acesso à segunda eliminatória, onde agora vai medir forças com a russa Darya Kasatkina (23.ª), que também precisou de dar a volta ao embate com Anna Bondar, por 4-6, 6-4 e 6-3.

Entre as outras vencedoras da primeira parte da jornada, destaque para Leylah Fernandez, jovem canadiana, número 20 do Mundo, que travou Andrea Petkovic numa batalha de gerações. Num duelo disputado no limite, especialmente no terceiro set, a vice-campeã do US Open resistiu com os parciais 6-1, 1-6 e 6-4, indo agora defrontar Jil Teichmann, que bateu Petra Kvitova.

Por outro lado, Danielle Collins (8.ª) estragou o regresso de Monica Puig, embora a porto-riquenha tenha dado muito boa conta de si no primeiro set. A norte-americana acabou por confirmar a superioridade com os parciais 7-5 e 6-0, avançando tal como a compatriota Jessica Pegula, que virou um encontro louco com Camila Giorgi. Pegula perdia por 5-2 no terceiro set, mas acabou por salvar um match point e triunfar por 7-5, 2-6 e 7-5.

  • Categorias:
  • WTA
Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.