Tiago Cação e Luís Faria perdem e deixam Idanha sem portugueses nos ‘quartos’

Por Bola Amarela - Julho 22, 2021
FOTO: Sara Falcão

Ponto final na participação portuguesa no quadro de singulares do ITF M25 de Idanha-a-Nova. Isto depois de um dia em que Tiago Cação Luís Faria não conseguiram levar a melhor nos respetivos encontros da segunda ronda, com ambos a perderem duras batalhas no torneio que distribui 25 mil dólares em prémios monetários.

Cação, 6.º cabeça-de-série e 529.º do ranking ATP, foi surpreendido pelo norte-americano Alafia Ayeni (947.º), caindo com os parciais 7-6(9) e 6-4. Um dos momentos que acabaram por definir o encontro chegou no tie-break da primeira partida, onde Cação chegou a ter três set points na mão, sem conseguir aproveitar nenhum deles. Já no segundo set, sofreu o break cedo e não conseguiu regressar à discussão do encontro.

Quanto a Faria, o 803.º da hierarquia mundial masculina esteve muito perto de superar Anton Matusevich (1.º cabeça-de-série e número 400 do mundo). No entanto, Matusevich triunfou por 6-3, 2-6 e 7-6(5), num encontro em que foi também um tie-break a definir a história do duelo. O britânico teve uma vantagem de 5-1 e Faria cometeu a proeza de restabelecer a igualdade, apenas para perder os dois últimos pontos do encontro e deixar o quadro de singulares sem portugueses.

Bola Amarela