Troicki: «Só aceitei o cargo depois de falar com o Zimonjic»

Por José Morgado - Dezembro 21, 2020
djokovic-troicki

Viktor Troicki foi promovido nas últimas semanas ao cargo de selecionador sérvio da Taça Davis e da ATP Cup, substituindo o compatriota Nenad Zimonjic, que assumiu ter ficado surpreendido com a decisão. Troicki, que ainda compete, assegura em entrevista que só aceitou o cargo depois de falar com os outros jogadores e também com o agora ex-capitão.

“Antes de aceitar e de ter tornado oficial a notícia, tive uma reunião com os jogadores e depois com o Zimonjic. Só aceitei depois de falar com ele. O nosso país tem a tradição de serem os jogadores a decidir quem é o capitão da Taça Davis e foi assim comigo também”, assumiu em declarações ao ‘Novosti’ o homem que ainda continuará a competir em 2021 no circuito ATP, afastando qualquer tipo de polémica…

Troicki, de 34 anos, assume que ser treinador nunca esteve nos seus planos. “Nunca pensei em aceitar um cargo deste tipo e o meu objetivo principal é manter a harmonia dentro da equipa. Quero convencer os jogadores que é possível continuar a alcançar grandes feitos. O anterior selecionador também aceitou o cargo enquanto ainda jogava, pelo que penso que esse não será um problema. Não tenho experiência como treinador, mas tenho aprendido muito ao longo da minha vida. O nosso objetivo é a Taça Davis, mas também a ATP Cup e os Jogos Olímpicos. É um ano em cheio”, lembrou.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt