Van de Zandschulp considera retirada do ténis após derrota dura em Paris

Por José Morgado - Maio 28, 2024
van-de

PARIS. FRANÇA. Botic Van de Zandschulp foi derrotado na primeira ronda de Roland Garros diante do italiano Fabio Fognini, por 6-1, 6-1 e 7-5, e no final do encontro apareceu tão desanimado em conferência de imprensa que colocou mesmo a possibilidade de se retirar da modalidade… imediatamente.

Este foi o pior encontro que joguei em toda a minha vida. Se penso em parar de jogar? Sim. É algo em que penso sempre e que tem sido uma luta para mim nos últimos tempos”, confessou o ex-top 25 ATP, que pondera mesmo nem sequer ir a jogo na variante de pares, na qual está inscrito…

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt