Wilander: «A marca que Nadal vai deixar no ténis será ainda maior do que a de Federer»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Janeiro 31, 2022

O que Rafael Nadal alcançou no Australian Open ameaça ficar na história do ténis como um dos mais incríveis feitos. Afinal de contas, o espanhol de 35 anos recuperou de uma lesão que lhe tirou metade da época passada e ainda anulou uma desvantagem de dois sets a zero contra um jogador dez anos mais novo para conquistar o 21.º título do Grand Slam na carreira. Por tudo isto, Mats Wilander confessou que o maiorquino entrou num patamar diferente dos rivais.

“A contribuição de Federer para o ténis não tem discussão possível e vai perdurar para sempre mesmo que volte a ganhar um grande título. Mas depois deste feito incrível de Rafa, a marca que Nadal vai deixar na história do ténis será ainda maior do que a de Federer. Nada é impossível para ele”, afirmou o antigo número um do mundo e agora comentador do Eurosport, em entrevista ao L’Équipe.

Nadal tornou-se no líder do ranking de títulos do Grand Slam pela primeira vez na carreira, ao descolar do empate com Federer e Novak Djokovic, sendo que, entre os três, apenas o suíço já tinha liderado de forma isolada. Resta agora saber o que Roland Garros vai trazer para esta batalha.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.