Wimbledon abre cordões à bolsa: quem perder na 1.ª ronda ganha 71 mil euros

Por José Morgado - Junho 13, 2024

O torneio de Wimbledon subiu uma vez mais a parada no que ao dinheiro diz respeito e confirmou esta semana que vai oferecer quase três milhões de euros, um valor que aproxima aquilo que era pago pelos torneios de Grand Slam antes do aparecimento da pandemia, que fez baixar esses valores.

Wimbledon bate no entanto um novo recorde no que diz respeito ao prize-money… da primeira ronda. O torneio inglês vai oferecer 60 mil libras (71 mil euros) a quem entra no quadro principal de singulares, um valor que em muitos casos serve para ‘pagar’ a época de muitos tenistas.

Leia também:

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt