Zhang, o histórico chinês há muito descoberto… pelo treinador de Federer

Por José Morgado - Outubro 21, 2022

Tem 26 anos, mais de 1,90 metros é filho de um futebolista famoso e na próxima semana vai fazer história ao tornar-se no primeiro jogador chinês a entrar no top 100 ATP. Zhang Zhizhen ou apenas ‘ZZZ’, como gosta de ser chamado para facilitar ‘as pessoas do Ocidente’ — e porque “gosta muito de dormir”, diz ele — está a fazer história esta semana em Nápoles e esta sexta-feira entra em court em busca das meias-finais da prova, diante do norte-americano Mackenzie McDonald.

“Sinto que estou a dar passos pequenos para a minha carreira, mas enormes para o ténis na China”, confessou no final do encontro diante de Sebastian Baez, na segunda ronda de Nápoles, este verdadeira ‘trail blazer’ do ténis masculino do país. É que Zhang já havia sido em 2021 o primeiro homem chinês a jogar o quadro principal de Wimbledon e há mês e meio foi juntamente com o compatriota Yibing Wu o primeiro a disputar o quadro principal do US Open.

https://bolamarela.pt/historico-zhizhen-zhang-brilha-em-napoles-e-torna-se-no-primeiro-chines-a-entrar-no-top-100-mundial/

Zhang já tem 26 anos e talvez a sua ‘explosão’ não tenha surgido tão cedo como se esperava, mas o chinês é seguido há muito por grandes empresários e figuras da modalidade. Foi o caso de Ivan Ljubicic, ex-top 5 mundial e treinador de Roger Federer até há poucas semanas, que o representa desde os seus tempos de ‘teenager’ através da sua agência. Ljubicic gere a carreira de apenas cinco tenistas atualmente: três croatas, Matteo Berrettini… e Zhang. Na quinta-feira, celebrou o feito do seu pupilo.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt